EPE PROMOVE ENCONTRO DE COM STAKEHOLDERS

Técnico de Apoio à Infância

Teve lugar, na EPE, no dia 16 de julho, o primeiro encontro com os Stakeholders, do curso Técnico de Apoio à Infância.

Considerando que o grande desafio do século XXI é a qualidade da educação e a ideia de qualidade da escola e, conscientes que apenas pode ser alcançada com práticas eficazes orientadas no sentido do sucesso educativo, numa procura constante de compromisso e de satisfação plena das exigências/necessidades da comunidade educativa, surgiu este encontro que reuniu: as instituições que colaboram com a EPE na FCT, a Direção da Cruz Vermelha, Delegação de Marinhas, o Conselho de Administração da EPE, a  Direção Pedagógica, a Psicóloga Escolar, a Coordenadora de Curso, a Diretora de turma, a Gestora do Grupo Dinamizador da Qualidade/ EQAVET e os alunos finalistas do curso de Apoio à Infância.

A EPE conta com um percurso de 25 anos de experiência e, por esse motivo, partimos do princípio que podemos sempre fazer mais e melhor, onde procuramos a promoção de uma cultura de qualidade.

Com este encontro queremos implementar e intensificar um trabalho em rede com potencialização de recursos e conhecimentos em prol de todos e que o trabalho desenvolvido ao longo de vários anos, entre a EPE e os stakeholders externos permitiu criar laços muito fortes com as instituições com quem trabalhamos. Existe uma inter-relação de conhecimentos, partilha de experiências e uma comunicação emocional que permite ajustar a formação à realidade de cada aluno.

Durante a sessão de trabalho foram partilhados testemunhos de alunos e monitores de FCT e  boas práticas com o intuito de responder cada vez mais eficazmente às diferentes realidades, tal como implícito no Quadro de Referência Europeu de Garantia da Qualidade para a Educação e Formação Profissional – EQAVET

Concluímos e validamos que a  FCT constitui, desde logo, um momento importante na vida dos nossos alunos pela riqueza de experiências vivenciadas que traduzem um crescimento fundamental para encarar o futuro. Daí a importância de um acompanhamento próximo e cúmplice.

É com enorme satisfação que se constata a elevada motivação e satisfação com que os alunos desempenham as suas tarefas diárias, nas instituições onde estagiam colaborando ativamente nas dinâmicas das instituições.

Após os primeiros dias, a ansiedade e receios dissipam-se e encontramos alunos que constroem, dia após dia, um percurso profissional mais completo e sustentado em conhecimentos técnicos mas também mais ricos do ponto de visto humano.

É inteligível constatar o quão profícuo é a importância deste processo para todos os envolvidos.

Para a escola, a ligação estabelecida com as instituições/comunidade e, pelo facto de existirem alunos de vários concelhos (Esposende, Barcelos e Póvoa de Varzim) permite uma abrangência interessante do ponto de vista de afirmação da escola através de um conjunto de práticas pedagógicas de que nos orgulhamos.

Agradecemos de forma muito especial a todas as intuições que recebem os nossos alunos, pelo excelente trabalho com vista à aquisição e ao desenvolvimento de competências técnicas, relacionais e organizacionais relevantes para a qualificação profissional e para a inserção no mundo de trabalho.

Esta situação permite estarmos certos de que, os objetivos serão alcançados e aliado às questões pedagógicas está inerente a realização pessoal de cada aluno envolvido no processo.

Em jeito de conclusão pode afirma-se que juntos, todos nos tornamos mais fortes e mais facilmente enfrentaremos os desafios presentes e futuros.

EPE # Assim se formam profissionais de Excelência.

(Texto: Sara Cepa | Coordenadora de Curso)