CMIA proporciona actividade experimental para análise de microplásticos em bivalves

No passado dia 11 de março, os alunos do curso Técnico de Gestão do Ambiente, acompanhados pela professora Elisabete Rodrigues, realizaram uma Atividade Experimental no Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA) de Vila do Conde. Esta atividade, permitiu aos alunos dissecar um mexilhão e verificar que os mesmos tinham microplásticos no sistema digestivo. Os microplásticos são um problema à escala global que tem sido amplamente debatido nos últimos tempos e que serve de tema às PAP’s (Provas de Aptidão Profissional) de alguns alunos envolvidos.

No final, os alunos tiveram ainda a oportunidade de visitar uma exposição patente no CMIA, intitulada “MITOS, ESTÓRIAS E CIÊNCIA: DIVULGAR PARA DESMISTIFICAR”. Esta exposição pretende contribuir para o aumento da literacia científica através da divulgação de ciência. Ao longo de um conjunto de painéis são expostos mitos e estórias que vão sendo desmistificadas graças aos fundamentos científicos.

(Texto: Elisabete Rodrigues | Professora)