REFORÇO DE MEDIDAS PREVENTIVAS NO ÂMBITO DA COVID-19

Cara Comunidade,
No âmbito do plano de contingência da Zendensino para a COVID-19 e de acordo com as recomendações e orientações da DGS, solicito a vossa melhor atenção para as seguintes indicações relativas a um esforço de contenção da propagação da COVID-19.
A informação aqui presente não dispensa uma leitura atenta do plano de contingência do Zendensino.

REFORÇO DE MEDIDAS PREVENTIVAS NO ÂMBITO DA COVID-19:

Medidas de etiqueta respiratória:

1 – Evitar tossir ou espirrar para as mãos;
2 – Espirrar ou tossir para o antebraço ou manga, com o antebraço fletido ou usar lenço de papel, que deverá ser colocado imediatamente no lixo;
3 – Higienizar as mãos após o contacto com secreções respiratórias

Higienização das mãos (lavagem frequente das mãos com água e sabão):

1 – Molhe as mãos com água corrente limpa (quente ou fria), feche a torneira e ensaboe as mãos;
3 – Esfregue as mãos com sabão até fazer espuma.
4 – Esfregue a espuma nas costas das mãos, entre os dedos e debaixo das unhas;
5 – Esfregue as mãos por pelo menos 20 segundos;
6 – Enxague bem as mãos com água corrente limpa;
7 – Seque-os com um toalhete limpo ou mesmo no ar.

Arejamento dos locais de trabalho e salas:

1 – Os locais de trabalho deverão ser arejados regularmente;
2 – As salas de aula deverão ser arejadas durante o intervalo entre aulas.
3 – Evitar tocar com as mãos na boca, no nariz e nos olhos, sem antes as lavar;
4 – Procedimentos de conduta social: alterar a frequência e/ou a forma de contacto entre os alunos/trabalhadores.

O reforço destas medidas é importante, não estando até à data preconizada a disponibilização de frascos de álcool gel por todos os postos laborais e salas de aula.

POSSÍVEL CASO DE INFEÇÃO POR COVID-19
– Qualquer pessoa com sinais e sintomas de COVID-19 informa, um elemento da Equipa de Trabalho e dirige-se para a área de “isolamento”, definida no Plano de Contingência;
– A pessoa com sinais e sintomas deverá proceder à higienização das mãos com a solução de álcool gel que se encontra no exterior da área de “isolamento”;
– Esta higienização deverá ser repetida no interior da área de “isolamento”;
– A pessoa, com caso suspeito de infeção, na área de isolamento, deverá usar uma máscara cirúrgica, se a sua condição clínica o permitir. Sempre que a máscara estiver húmida, deve substituí-la por outra;
– Na área de isolamento, a pessoa com suspeita de infeção deverá contatar com a linha de apoio de saúde pública, SNS24: 808 24 24 24;
– Em caso de necessidade de utilizar o WC, deverá utilizar às instalações sanitárias contiguas a sala de isolamento, no caso dos edifícios da EPE.

A área de “isolamento” encontra-se assinalada, assim como o percurso a efetuar EPE.