Animador/a Sociocultural

Jovens com o 9º ano completo. Idade não superior a 19 anos (à data de início do ano escolar).

Subsídio de Alimentação; Subsídio de Transporte; Bolsa de material escolar; Bolsa de profissionalização; Inscrição na bolsa de emprego da EPE após conclusão do curso.

3 Anos. Horário Laboral.

Certificação Escolar 12º Ano. Certificado Profissional Nível IV. Acesso ao Ensino Superior e/ou Mercado de Trabalho.

Técnico/a intermédio/a, qualificado/a com o nível 4 com competência para desenvolver tarefas que promovam o desenvolvimento Sociocultural de grupos e comunidades com atividades de animação de caráter cultural, educativo, social e recreativo.

  • Diagnosticar e analisar, em equipas técnicas multidisciplinares, situações de risco e áreas de intervenção sob as quais atuar, relativas ao grupo alvo e ao seu meio envolvente.
  • Planear e implementar, em conjunto com a equipa técnica multidisciplinar, projetos de intervenção sóciocomunitária.
  • Planear, organizar e avaliar atividades de caráter educativo, cultural, desportivo, social, lúdico, turístico e recreativo, em contexto institucional, na comunidade ou ao domicílio, tendo em conta o serviço em que está integrado e as necessidades do grupo e dos indivíduos, com vista a melhorar a sua qualidade de vida e a qualidade da sua inserção e interação social.
  • Desenvolver atividades diversas, nomeadamente ateliers, visitas a museus e exposições, encontros desportivos, culturais e recreativos, encontros intergeracionais, atividades de expressão corporal, leitura de contos e poemas, trabalhos manuais, com posterior exposição dos trabalhos realizados, culinária, passeios ao ar livre.
  • Promover a integração grupal e social e envolver as famílias nas atividades desenvolvidas, fomentando a sua participação.
  • Fomentar a interação entre os vários atores sociais da comunidade articulando a sua intervenção com os atores institucionais nos quais o grupo alvo/indivíduo se insere.
  • Acompanhar as alterações que se verifiquem na situação dos clientes/utilizadores e que afetem o seu bem estar.
  • Elaborar relatórios de atividades.
  • Creches;
  • Jardins de Infância;
  • Centros de Atividades de Tempos Livres;
  • Centros de Férias e Lazer;
  • Centros de Acolhimento Temporário;
  • Lares de Infância e Juventude.