“Cantares de intervenção – da opressão e intervenção à libertação”

Como forma de comemoração do 43.º aniversário da Revolução dos Cravos, os alunos do curso Técnico de Apoio à Infância e os professores Hugo Vieira e Sara Cepa desenvolveram um projeto denominado “Cantares de Intervenção – da Opressão e Intervenção à Libertação” que incluiu um conjunto de canções e uma exposição de painéis alusivos ao tema. Para quem viveu o 25 de abril, as vozes dos cantores de intervenção ecoarão na memória, lembrando os tempos idos da Revolução. Continuar a ouvir e a recordar esses cantores e as suas cantigas, não apenas em efemérides, são os objetivos dos alunos do curso que apresentaram à comunidade, na Casa da Juventude de Esposende, uma sinopse histórico-musical na qual se entoaram canções de intervenção dos mais diversos cantores (Zeca Afonso, Adriano Correia de Oliveira, Ermelinda Duarte, Luís Cília e muitos outros) assim como uma apresentação duma visão cronológica dos acontecimentos históricos portugueses desde a Implantação da República ao pós-25 de abril de 1974. Já na EPE estão expostos os painéis temáticos. Com sala cheia, assistiram à iniciativa alunos da Escola António Correia de Oliveira e alguns elementos da comunidade. Pretendeu-se, desta forma, minimizar a ausência de uma ponte de ligação à geração que se seguiu ao 25 de abril e perpetuar os testemunhos, estabelecendo-se um contato direto com a História do país através das memórias, o conhecimento e interpretação de várias músicas de intervenção de diferentes autores/compositores e reconhecimento da importância da música e respetiva associação à dimensão político-social portuguesa. Um agradecimento especial ao Professor Domingos Maieiro Silva pela disponibilidade e colaboração na iniciativa. Parabéns a todos os intervenientes pelo momento!