Alunos da EPE na sessão distrital do Parlamento dos Jovens

No dia 27 de fevereiro, os alunos Kelly Barra, da turma TRB1, do 2.º ano, Vítor Loureiro e Rodrigo Abrantes, da turma TR10, do 3.º ano, acompanhados pelas professoras Berta Peixoto e Sílvia Pires, dirigiram-se a Braga para participar na Sessão Distrital do Parlamento dos Jovens. A Sessão Distrital reúne deputados que representam as escolas de cada distrito, para aprovar as Recomendações a submeter à Sessão Nacional do Parlamento dos Jovens e eleger os deputados que os irão representar nesta Sessão, que se irá realizar na Assembleia da República. O início dos trabalhos deu-se com os habituais discursos de boas-vindas e de incentivo à participação dos jovens em iniciativas deste cariz. Os deputados jovens começaram as suas intervenções ao terem a possibilidade de colocar questões ao deputado da Assembleia da República, eleito pelo círculo de Braga, Joel Sá. As questões colocadas pelos deputados jovens focaram-se no tema em discussão (Igualdade de Género) e na situação atual do país. De seguida, deu-se a apresentação dos projetos de recomendação de cada escola e respetivo debate. Os nossos alunos, com a ajuda das professoras responsáveis, estruturaram muito bem as suas ideias e formularam medidas relativas a este assunto. Da parte da tarde houve a votação do projeto de recomendação a ser apresentado na Sessão Nacional e, após a formação de grupos de trabalho, procedeu-se à votação das alterações a esse projeto, e a eleição dos deputados que vão representar o distrito de Braga na Sessão Nacional, bem como o porta-voz desses mesmos deputados. Apesar de não ter sido escolhida nenhuma proposta nem eleito nenhum representante da nossa Escola, a experiência vivida foi bastante enriquecedora. Todos os alunos envolvidos nesta atividade obtiveram um acréscimo de formação cívica, apercebendo-se agora melhor do modo de funcionamento do sistema político português. Na opinião do aluno Carlos Vilas Boas, “foi uma experiência fantástica que nos obrigou a saber mais e a conseguir discutir um tema muito importante para a nossa formação geral, porque é uma questão que interessa ao país. E é sempre bom contactarmos com outros alunos e conhecermos pessoas novas”. De facto, esta iniciativa permitiu aos alunos da EPE relacionarem-se com vários estudantes de outras escolas do distrito de Braga, trocando ideias e opiniões sobre